terça-feira, 26 de novembro de 2013

Alunos do Thomás conquistando seu espaço na Universidade.

3º do Thomás na Universidade... Parabéns!!!!! 1.VANDRIELI DA SILVA DE FREITAS, 2. TAIS PAVANELO CRISTOFARI ,3.USTANE MOSCATO DA SILVA 4. SINDY SILVA DA SILVA ,5. VERONICA SEVERO CADAVAL ,6.VANDRIELI DA SILVA DE FREITAS ,7. LETICIA BOTON DEPONTI ,8. MARCOS DA LUZ MACHADO , 9.MILENA DOS SANTOS VEIGA , 10. MANDRIA DA ROSA RESTA,11. NATÁLIA NARESSI PAVANELO, 12,LÉO BATISTA COLPO LAVARDA, 14. JANIÉLI GONZATTO DE MOURA ,15. JADER DELEVATI PAVANELO ,16.JAÍNE GONZATTO DE MOURA , 17. GABRIEL GURSKI MACHADO ,18. FRANCIELI GOMES RIBEIRO , 19. CAROLINE LANCANOVA VIERO ,20. CARLOS VANDRÉ AQUINO BESSA ,21. ANA DÉLIS SANTOS DA SILVA ,22. AMANDA COLIN MACHADO , 23.GREGORY LOPES DE BASTOS ,24. JOSOEL MARQUES DAL ROSSO ,25. THALLIS DE LOURENÇO PESSI ,26. TARCILA ROLIANO DA ROSA, 27.PEDRO VICTOR DOS SANTOS WITSCHORECK, 28. SUELEN DE LIMA LAVARDA,29.NATÁLIA NARESSI PAVANELO,30. FRANCIELI BITENCOURT,31. DIENIFER GIRARDI. Estamos orgulhosos de vocês!!! Sucesso é o desejo da Direção, professores e funcionários do Thomás Fortes!

domingo, 10 de novembro de 2013

Alunos da 201 refletindo sobre assuntos que inquietam nosso cotidiano...

As mulheres brasileiras Mulheres, um assunto importante de se falar, mas pouco discutido entre nós na sociedade. Esse texto apresentará o papel da mulher na sociedade, dificuldades que elas percorrem, pelo fato de ser considerado o sexo frágil e também refletiremos sobre a importância das mulheres. Mulheres, o que pensar sobre elas, que estão se sobressaindo, se destacando no meio profissional, que elas estão procurando se qualificar, melhorando a cada dia, apenas para ocupar um lugar digno na sociedade. Quem imaginaria que essas mulheres no passado não tinham direitos, eram maltratadas, obrigadas a ficar em casa só cuidando da família, não podiam estudar e fazer valer sua voz, muitas vezes eram violentadas, claro, sabemos que existem casos ainda assim nos dias de hoje, mas com menos frequência. O que pensar sobre esse assunto? O que fazer quando uma mulher é violentada? Perguntas, mas e as respostas? Poderíamos fazer mais palestras sobre esse assunto, para despertarmos mais a consciência das pessoas em relação ao mesmo com isso aprenderem a respeitar mais as mulheres . NOME: Leriane Flores Galvão TURMA: 201 Sexo Frágil Desde os primórdios da sociedade a mulher em certas ocasiões é tratada como um troféu, apenas tendo deveres domésticos e não sociais, ao longo do tempo e a mulher vem conquistando seu espaço no mundo. Até o século XX, a mulher tinha restritamente deveres de casa, como cuidar dos filhos, da casa, do marido. Se alguma coisa ocorria errado na família a penalizada pelo fracasso era a mulher, o homem trabalhava e a mulher ficava “presa” em casa, não tinha voz na sociedade, eram oprimidas, as vezes eram mantidas restritamente aos deveres do sexo. Com o início do século XX, e as discussões no mundo o “sexo frágil” torna-se imponente exigindo sua voz na sociedade e um tratamento digno do valor que a mesma possui. Com seus deveres familiares, mas assumindo também empregos às vezes mais árduos que os trabalhos masculinos. Então para desenvolvimento de uma defesa contra essa exploração e defender os direitos trabalhistas do publico feminino foram criados sindicatos e estatutos de defesa das mulheres. Pelo fato das mesmas terem uma importância inestimável para a sociedade. Com tudo, pode-se chegar a conclusão de que o “sexo frágil” não é absolutamente nada frágil, as mulheres são tão fortes em alguns casos muito mais forte do que os homens. É de suma importância que a voz que as mulheres têm se mantenha sempre viva na sociedade e no mundo. Cássio Turma: 201