Alunos da 201 refletindo sobre assuntos que inquietam nosso cotidiano...

As mulheres brasileiras Mulheres, um assunto importante de se falar, mas pouco discutido entre nós na sociedade. Esse texto apresentará o papel da mulher na sociedade, dificuldades que elas percorrem, pelo fato de ser considerado o sexo frágil e também refletiremos sobre a importância das mulheres. Mulheres, o que pensar sobre elas, que estão se sobressaindo, se destacando no meio profissional, que elas estão procurando se qualificar, melhorando a cada dia, apenas para ocupar um lugar digno na sociedade. Quem imaginaria que essas mulheres no passado não tinham direitos, eram maltratadas, obrigadas a ficar em casa só cuidando da família, não podiam estudar e fazer valer sua voz, muitas vezes eram violentadas, claro, sabemos que existem casos ainda assim nos dias de hoje, mas com menos frequência. O que pensar sobre esse assunto? O que fazer quando uma mulher é violentada? Perguntas, mas e as respostas? Poderíamos fazer mais palestras sobre esse assunto, para despertarmos mais a consciência das pessoas em relação ao mesmo com isso aprenderem a respeitar mais as mulheres . NOME: Leriane Flores Galvão TURMA: 201 Sexo Frágil Desde os primórdios da sociedade a mulher em certas ocasiões é tratada como um troféu, apenas tendo deveres domésticos e não sociais, ao longo do tempo e a mulher vem conquistando seu espaço no mundo. Até o século XX, a mulher tinha restritamente deveres de casa, como cuidar dos filhos, da casa, do marido. Se alguma coisa ocorria errado na família a penalizada pelo fracasso era a mulher, o homem trabalhava e a mulher ficava “presa” em casa, não tinha voz na sociedade, eram oprimidas, as vezes eram mantidas restritamente aos deveres do sexo. Com o início do século XX, e as discussões no mundo o “sexo frágil” torna-se imponente exigindo sua voz na sociedade e um tratamento digno do valor que a mesma possui. Com seus deveres familiares, mas assumindo também empregos às vezes mais árduos que os trabalhos masculinos. Então para desenvolvimento de uma defesa contra essa exploração e defender os direitos trabalhistas do publico feminino foram criados sindicatos e estatutos de defesa das mulheres. Pelo fato das mesmas terem uma importância inestimável para a sociedade. Com tudo, pode-se chegar a conclusão de que o “sexo frágil” não é absolutamente nada frágil, as mulheres são tão fortes em alguns casos muito mais forte do que os homens. É de suma importância que a voz que as mulheres têm se mantenha sempre viva na sociedade e no mundo. Cássio Turma: 201

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fotos Festa Julina 2018 Thomás Fortes

...