domingo, 16 de outubro de 2016

Atenção Terceirão Thomás Fortes !!! 10 dicas para você ter êxito na redação do ENEM.



1. A mais útil e importante de todas as dicas: Mantenha a calma. De nada adianta se desesperar, afinal de contas, o nervosismo atrapalha o desenvolvimento de qualquer atividade. Comece a prova pela matéria que você conhece melhor os conteúdos, não há nenhum problema em começar a prova pela redação;

2. Descanse na véspera da prova. Tentar estudar todos os conteúdos que você negligenciou durante anos só vai trazer ainda mais nervosismo, portanto, relaxe e evite muitas leituras no dia anterior ao exame;

 3. Leia todos os textos de apoio e destaque as informações que considerar relevantes para embasar seus argumentos. A partir desse momento, você já estará planejando seu texto;

4. Em edições anteriores, a mídia noticiou exaustivamente o comportamento reprovável de alguns candidatos, que levaram para a prova de redação trechos de hino de time de futebol e até mesmo receitas de macarrão, entre outras maluquices que foram interpretadas como deboche e desrespeito. Contamos com seu bom senso, pois o Enem é um exame sério, portanto, nada de brincadeiras;

5. Caso seu texto não esteja de acordo com o tema proposto, ele será configurado naquilo que os corretores entendem como “fuga ao tema”, e provavelmente o projeto “nota 1.000” do Enem irá por água abaixo. A “fuga ao tema” é avaliada de maneira implacável: nota zero para quem não ficar atento à proposta;
 6. Texto muito curto geralmente está associado à falta de conteúdo, e para a falta de argumentos só há um remédio: doses cavalares de leitura. Nada de ficar enrolando o texto, isso também prejudica sua redação. Comece elaborando uma lista sobre os aspectos que você pretende adotar. Essa técnica vai garantir que você não se esqueça de nenhum tópico importante;

 7. Assim como assumem um papel de norteadoras para os candidatos, as coletâneas também podem ser uma espécie de armadilha, pois muitos estudantes copiam ou parafraseam os textos que abrem o tema da redação. Nesses casos, a redação é anulada, pois entende-se que o candidato plagiou outros autores. Das coletâneas, extraia apenas dados estatísticos ou citações que estejam feitas de maneira expressa no texto;

 8. Atenção à norma culta, pois erros ortográficos e gramaticais te deixarão distante da pontuação máxima. Atenção quanto ao uso do verbo haver (vilão indiscutível), uso dos pronomes relativos, uso dos pronomes demonstrativos, concordância verbal, pleonasmos, pontuação e coloquialismo, falhas consideradas corriqueiras pelos corretores;

9. Você conhece princípios como cidadania, igualdade, liberdade e diversidade? Provavelmente sim, por isso, respeite-os quando for construir seus argumentos, pois o comportamento contrário é uma das razões para ter a redação do Enem zerada. Lembre-se de que uma das maiores características do exame é a preocupação com aspectos humanistas e sociais;

 10. Conclua suas ideias e apresente uma proposta de intervenção social relacionada com o tema. A conclusão é o momento em que o candidato retoma e reforça seus argumentos, reafirmando a postura adotada ao longo do texto.

Dica das dicas: Para seguir nossas dez dicas de redação para o Enem, é preciso, em primeiríssimo lugar, entender que sem o hábito de leitura elas não fazem o menor sentido. Não existem mágicas para se fazer um bom texto: ler sempre e bastante torna tudo mais fácil, até mesmo a redação do Enem.

domingo, 9 de outubro de 2016

E os alunos continuam escrevendo a respeito das mudanças previstas para do Ensino Médio




 Luan Tadia Locateli. 

Tem-se discutido muito a reforma do ensino médio, pelo fato de quererem mudar o sistema educacional. Muitos acham que vai ser algo que vai chamar atenção dos alunos fazendo com que se torne mais atrativo para os alunos, outros pensam pelo contrário acham que isso vai piorar mais o ensino médio pelo fato de o governo não ter nem verbas para transporte escolar e eles querendo mudar para fazer mais gastos sendo que o governo não têm condições.
Sabe-se que muitas pessoas acham que com a reforma do ensino médio, o ensino além de ser optativo vai ser algo que vai chamar muita atenção dos alunos pelo fato de os alunos estudarem somente aquilo que lhe chame atenção para entrarem no ensino superior.
Outros acham que o governo não tem nem repasses para transporte escolar para os alunos, e querendo fazer mais gastos sendo que não têm muitos repasses para escolas. Também querem tirar as matérias que chamem atenção dos alunos como... Educação Física e artes sendo que são matérias imprescindíveis. 
Conclui-se assim que essa reforma no ensino médio está gerando uma grande polêmica entre os estudantes e professores pelo fato de quererem mudar o sistema educacional, mas as pessoas têm que se conscientizarem  que isso precisa de muita paciência e planejamento para pôr essa mudança em prática.

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

A Escola Thomás Fortes obteve Média Geral 505,57,no ENEM 2015



Divulgado Resultados do ENEM 2015
          O INEP divulgou esta semana o resultado do ENEM 2015, a Escola Thomás Fortes obteve Média Geral 505,57, média esta obtida com a soma dos resultados das provas objetivas mais a nota da Redação. 
ENEM 2015 - TODOS OS RESULTADOS DA ESCOLA SEGUNDO DIVULGAÇÃO DO INEP
MÉDIA DA ESCOLA (FINAL)
505,57
MÉDIA DA ESCOLA (PROVAS OBJETIVAS)
498.06
Média da Escola (LINGUAGENS)
510.86
Média da Escola (MATEMÁTICA)
458.27
Média da Escola (CIÊNCIAS HUMANAS)
554.84
Média da Escola (CIÊNCIAS DA NATUREZA)
468.28
Média da Escola (REDAÇÃO)
535.62

sábado, 1 de outubro de 2016

E os alunos continuam dando suas opiniões em relação a reforma no Ensino Médio....



Tem-se discutido muito sobre a nova reforma do Ensino Médio no Brasil. Trata-se de uma proposta interessante, pois o aluno será direcionado no que realmente o interessa. Por outro lado, estas mudanças terão altos custos para o estado e acarretara em alguns pontos negativos no desenvolvimento dos alunos.
Sabendo das novas propostas feitas pelo governo, pode-se dizer que estas, de certa forma, seriam uma boa solução para certos problemas, tendo em vista, o fato de que os alunos estudariam por mais tempo e as disciplinas seriam as quais os alunos têm mais facilidade e vocação.
No entanto se estas mudanças forem colocadas em prática, irá gerar grandes gastos para o estado, pois as infraestruturas das escolas teriam que ser melhoradas, ampliadas e ainda, alguns alunos ficarão mais desinteressados e dispersos, diante das devidas mudanças, pois teriam que permanecer mais tempo na escola e está teria que oferecer mais opções que pudessem atrair a atenção do aluno.
Ao concluir, analisando todos os argumentos citados acima, é preciso ser realizado um grande estudo e planejamento destas mudanças antes de serem colocadas em prática,  para que esta reforma possa causar benefícios para os alunos e não ser sinônimo de desinteresse e falta de atenção.

                                                                                                             Patrícia Dalenogare - 301